Já tem algum tempo que clientes (ou possíveis clientes) nos procuram pedindo informações sobre e-commerce, não só empresários, como consultores, empreendedores com ideias mirabolantes e alguns indignados com maus resultados depois de investir em ferramentas duvidosas. Geralmente as principais dúvidas são: se e-commerce é lucrativo, quanto custa para ter um e como recuperar o prejuízo após uma aventura mal sucedida.

Como minha praia é comunicação e marketing digital, não vou falar de linguagens de programação, frameworks, pluggins, portanto, o texto não é para desenvolvedores. E sim, para responder algumas dúvidas frenquentes e quem sabe nortear aqueles que estão meio perdidos.

O e-commerce é uma tendência crescente, e certamente vai absorver a maior parte do comércio. Sim amigo, em breve as pessoas vão preferir comprar pela web, não acredita nisso? Então dê uma olhada nos hábitos de consumo dos americanos, veja que eles preferem comprar até roupas pela web… E por aqui mesmo, há quem prefira comprar sem sair de casa. Por exemplo, supermercados que fazem suas vendas pela web há tempos, você preenche a lista de compras, paga com cartão e eles entregam na sua casa.

As lojas físicas não vão acabar, tudo indica que elas serão um grande referencial de compra e um forte ponto de contato da marca com o cliente, também não precisamos ir longe pra ver isso, basta ir ali no shopping. A presença da loja da Adidas, da Sony e a Apple Store, elas não estão ali só para vender seus produtos, não querem disputar com as lojas ao lado que também vendem seus produtos, estão ali para ter contato com seu público, são um grande mostruário, criam identificação com a marca e se relacionam com os consumidores.

Com isto o e-commerce e a loja física se completam, fortalecem e tornam mais eficaz a presença da marca, o lançamento de produtos e credibilidade diante do público.

É claro que a implantação de um e-commerce não resolve os problemas de qualquer comércio, não é garantia de sucesso nos negócios. Existem seguimentos que são imediatamente benefíciados com a presença comercial na web, outros precisam se enquadrar, encontrar um nicho e posicionar-se.

De qualquer forma, é importante não perder o time, se ficar muito atrás do seu concorrente será muito difícil alcançá-lo. Pois uma boa estratégia de presença online, depende de planejamento, conhecimento de mercado e público, escolha de tecnologia, investimentos, correções e ajustes de curso. Não adianta alugar a loja virtual do seu provedor e pagar R$ 30,00 por mês, e nem investir milhares de reais na mais alta tecnologia, se não tiver uma boa estratégia e infra-estrutura.

Tenha bom senso na hora de contratar o serviço, não confunda um catálogo de produtos na web com um e-commerce, tenha cuidado com soluções mágicas. Avalie como fará o processo logístico, pense nos custos e prazos para pagamentos, entregas, analise a concorrência.

Se ajudar, segue um passo-a-passo para a implantação de um e-commerce:

1- Faça sempre uma Pesquisa de Mercado, o processo de coleta de informações vai norteá-lo e ajudar a encontrar oportunidades ou até mesmo desistir do negócio se perceber que é inviável.

2- Prepare o plano de negócios da sua empresa, tenha em mente os diferenciais da loja virtual, verifique as condições da sua loja física para compertir em um novo Mercado.

3- Planejamento Estratégico é fundamental, sua empresa precisa de uma boa estratégia para conquistar consumidores.

4- O Planejamento de E-Logística deve considerar desde abranger estoque, relação com fornecedores, entrega e sistemas de pagamento seguro. Existem uma série de custos e prazos que refletem em cada venda da sua loja e que podem gerar prejuízos ou desgaste com clientes. Verifique cada etapa do processo de vendas com cuidado.

5- Para o desenvolvimento da Loja Virtual você vai se deparar com uma infinidade de opções de tecnologia e valores muito diferentes, o importante é avaliar o custo/benefício de acordo com sua estratégia e as oportunidades detectadas no seu plano de negócios. Procure uma empresa que tenha um bom portfolio, é muito importante garantir a segurança antifraude para o seu cliente e sua loja. Tenha em mente que seu negócio necessitará de manutenções e precisará contar com uma equipe capaz de solucionar problemas e dar continuidade ao trabalho.

6- O planejamento e as ações de Marketing Digital são necessários para sua loja virtual conseguir visibilidade na internet. Redes Sociais e SEO são preponderantes para o sucesso de um e-commerce, além de análisar estatíscas de acesso e rastreamento das opiniões e comentários do público.

Tome consciência de que a estratégia correta para sua loja virtual é extremamente importante para o sucesso do seu empreendimento. Você precisa de um bom planejamento e de informações precisas antes de investir. Os casos de sucesso na web, com jovens criando fortunas da noite para o dia existem, mas são raros se comparados aos investimentos que fracassam, o que vai garantir o sucesso será uma estratégia correta, informações e claro um bom filling ou insight também contam.

Logo abaixo tem uma apresentação que fiz em uma palestra para empresários no NE, ela trás alguns números que provavelmente, quando você ler este post já estarão desatualizados devido a dinâmica deste tipo de negócio. Mas servem como uma referência, e em caso de dúvida, fale consoco.

 

 
Bons e-negócios
Darley Cardoso

About the author

Darley Cardoso
Startup's entrepreneur, creative art director and digital marketing consultant with research interests and personal relationships between fluid arts, communication and technology. With a focus on digital arts, culture and shared social mobilization. From Brasília, DF, Brasil.

Faça o seu comentário